sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Pedra do Ingá

Resultado de imagem para Pedra de Ingá

A Pedra do Ingá é um monumento arqueológico, identificado como "itacoatiara", constituído por um terreno rochoso que possui inscrições rupestres entalhadas na rocha, localizado no município brasileiro de Ingá no estado da Paraíba. O termo "itacoatiara" vem da língua tupi: itá ("pedra") e kûatiara ("riscada" ou "pintada"). De acordo com a tradição, quando os índios potiguaras que habitavam a região foram indagados pelos colonizadores europeus sobre o que significavam os sinais inscritos na rocha, usaram esse termo para se referir aos mesmos.

A formação rochosa em gnaisse cobre uma área de cerca de 250 m². No seu conjunto principal, um paredão vertical de 50 metros de comprimento por 3 metros de altura, e nas áreas adjacentes, há inúmeras inscrições cujos significados ainda são desconhecidos. Neste conjunto estão entalhadas figuras diversas, que sugerem a representação de animais, frutas, humanos e constelações como a de Órion.

Imagem relacionada

O sítio arqueológico fica a 109 km de João Pessoa e 38 km de Campina Grande. O acesso ao município dá-se pela BR 230, onde há uma entrada para a PB 90, na qual após percorrer 4,5 km chega-se ao núcleo urbano da cidade. Atravessando a avenida principal da cidade, percorrem-se mais 5 km por estrada asfaltada até se chegar ao Sítio Arqueológico da Pedra do Ingá. No local há um prédio de apoio aos visitantes com banheiros, e as instalações de um museu de História Natural, com vários fósseis e utensílios líticos encontrados na região onde hoje fica a cidade.

O monumento de ingá possui um complexo conjunto de desenhos e símbolos perfeitamente entalhados e polidos sobre a resistente rocha. Não se sabe o significado da obra ou quem foram seus criadores, embora muitos pesquisadores não acreditem que sejam algum tipo de escrita, embora possa haver alguma mensagem. Outros, por sua vez, veem alguma semelhança das mensagens com a escrita usada em povos do Oriente Médio há 18.000 anos, a língua hitita, mas não há indícios relevantes que apontem para uma semelhança com outra escrita de outros povos, o que torna a sua excepcionalidade ainda mais intrigante.


Imagem relacionada


No total, existem mais de 400 desenhos esculpidos na rocha de 24 metros de comprimento e 3 de altura. A Pedra do Ingá é a maior referência em pinturas rupestres do Brasil e é referenciado internacionalmente. De acordo com os pesquisadores, a Pedra do Ingá foram insculpidos minuciosamente e que permanecem intactas até os dias de hoje, o que intriga muita gente. Entre os símbolos esculpidos estão figuras geométricas, linhas, animais, humanos, estrelas e até desenhos semelhantes à uma galáxia. Naturalmente, várias teorias surgiram para explicar a origem da obra, e vão desde que os fenícios ou mesmo sumérios aportaram no Brasil e deixaram registros até mesmo seres extraterrestres que habitaram o planeta na Antiguidade.


Resultado de imagem para Pedra de Ingá