sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Sinal de Rádio Vindo do Espaço





Em em 2015 Astrônomos russos captaram um forte sinal de rádio vindo do espaço através de um poderoso radiotelescópio russo que rastreia o céu em busca de sinais de inteligência extraterrestres. 


Esta descoberta só veio a público quando Paul Gilster, por meio do seu site Centauri Dreams reportou o achado. Gilster trabalha analisando e realizando pesquisas científicas sobre a exploração do espaço. Ele ressaltou que este o sinal encontrado poderia levar a pensar na transmissão de inteligência extraterrestre, mas alerta que também poderia ser uma decepcionante interferência de rádio ou até mesmo resultado de um fenômeno natural. De toda forma, diz ele, a descoberta é o primeiro passo para um estudo mais aprofundado. 


O sinal desconhecido em questão vem da direção de uma estrela similar ao Sol, a HD164595, que se encontra na constelação de Hércules. A distância e de cerca de 95 anos-luz da Terra, a estrela é conhecida por ter pelo menos um planeta orbitando em volta dela. 


Resultado de imagem para constelação de hercules

A equipe de astrônomos da Academia de Ciências da Rússia detalhou que é muito cedo para determinar a natureza e a origem deste sinal.

Há ainda a possibilidade de que o sinal encontrado tenha origem nas frequências de rádio usadas pelos militares. O site Ars Technica ressalta essa relação ao entrevistar Nick Suntzeff, um astrônomo da Universidade do Texas. Segundo ele, se tal fonte fosse astronômica, "ela seria um tanto quanto estranha". Para ele, não está fora de questão que se trate de algum tipo de comunicação feita entre estações no solo e satélites.

"Eu seguiria isso, se eu fosse os astrônomos, mas eu também não iria exagerar o fato de que isso pode ser um sinal de SETI, dada a possibilidade significativa de que poderia ser algo militar", disse o especialista, referindo-se ao programa Search for Extraterrestrial Intelligence.


Há muitas explicações diferentes possíveis para o que causou a detecção, e até que um sinal seja captado novamente pelo mesmo ponto no céu, ninguém pode assumir que seja um planeta com vida alienígena. Sinais como este já foram captados algumas vezes antes, lembra Shostak. "Eu diria que é um sinal de mistério, mas os sinais de mistério não são novos", disse Shostak ao The Verge.  


Nenhum comentário: